Movimento Pró-Democracia

Nossas lutas: * Conscientização Política da População * Instrução dos Direitos e Deveres do Cidadão * Fiscalização dos Processos Eleitorais

19 de fev de 2009

RÔMULO GOMES DE MATTOS EXPULSO DO MPD!

Soubemos pelo link do Diário Oficial do Município do Rio, a nomeação de RÔMULO GOMES DE MATTOS ao Cargo em Comissão de Assistente I, símbolo DAS-06, código 030496, da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro - Gabinete do Prefeito.

(http://doweb.rio.rj.gov.br/ - Publicada no dia 13/02/09)

"Nomear ROMULO GOMES DE MATTOS para exercer o Cargo em Comissão de Assistente I, símbolo DAS-06, código 030496, da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro - Gabinete do Prefeito."

O propósito do MPD, por meio de reuniões, s
empre foi não permitir que pessoas ligadas diretamente a partidos ou cargos políticos, estivessem a frente de núcleos ou supostas lideranças, que não existem dentro do MPD.

A partir de hoje, Rômulo Mattos, não tem qualquer ligação DIRETA ou INDIRETA com o Movimento Pró-Democracia, QUALQUER que seja o quadro por ele desejado.


Demos um voto de confiança a um ‘menino’, e tivemos pela segunda vez, uma resposta, que supostamente nos leva a crer que o nome do Movimento foi usado. Este que nasceu por vontade popular, para causa pessoal. Que esse seja o último exemplo, já que lutamos também contra o ‘nepotismo de tabelas’.

O supostamente utilizado por nós, é visto diante os fatos ocorridos. O MPD começou logo após o resultado das eleições municipais do Rio de Janeiro, onde infelizmente, fomos enganados, pelo próprio político em questão, que fez o papel de um dos lideres, sendo ele, ex-candidato a vereador da mesma eleição em questão. O mesmo era um dos responsáveis pela campanha do Gabeira na Ilha do Governador. E agora, estamos diante o quadro já citado.

Hoje o MPD foi arranhado e se nada for feito, coisas muito piores podem acontecer.

Temos portanto, a OBRIGAÇÃO de cortar em nossa própria carne, todos aqueles que se aproveitam do Movimento Pró-Democracia, para fins pessoais, de qualquer espécie.

Não devemos ser mais um exemplo de impunidade e fraqueza e sim, exemplo de coragem e força, para que no futuro, não sejamos mais um grupo de "burgueses e gabeiristas" como já nos rotularam, mas "jovens brasileiros, fluminenses e cariocas, que deram a cara para bater, pela liberdade política, livre de qualquer tipo de pressão".

Aos que se colocam contra tal postura, compareçam à próxima reunião, sem qualquer intenção de oportunismo ou defesa. Contra isto, não se tem defesa.

Boa sorte Rômulo Mattos.

Atenciosamente, MOVIMENTO PRÓ-DEMOCRACIA.

4 comentários:

Pensadora disse...

Companheiros,

Até quando teremos que esperar que o MPD cresça? Não me refiro a crescer em tamanho. Refiro-me a crescer em maturidade, esperteza, jogo de cintura. Apesar de ser um movimento apartidário, lidamos com política e com políticos. E nesse meio é matar ou morrer. Ou o MPD amadurece ou os ideais que defende continuarão sendo sementes que nunca vingam.

Não podemos continuar vivendo a utopia do passado. Olhemos pra frente e para o alto. Saibamos separar o joio do trigo.

Saudações a todos.

BirdBardo Blogger disse...

Este não será o primeiro e último a subir políticamente pelo MPD.MAs amnter os ideais do MPD vivo, sim é importante.Rômulo se corrompeu no início de sua carreira.Agora cabe a nós lutarmos pelo ideal e não pelo ídolo.

Matheus Castro disse...

O MPD se erguerá com dignidade, se tornará mais forte! E juntos alcançaremos nossos objetivos!

Rômulo disse...

BirdBardo - equívoco de sua parte quando fala em corrupção... Uma viagem sem destino é imaginar uma sociedade capitalista e governada por políticos anular os fatos e se esquivar da sua forma de governo.... Infelizmente tenho que concordar com a pensadora - - Falta maturidade e habilidade para utilizar a máquina pública em favor da sociedade..

saudações

RM