Movimento Pró-Democracia

Nossas lutas: * Conscientização Política da População * Instrução dos Direitos e Deveres do Cidadão * Fiscalização dos Processos Eleitorais

1 de jun de 2011

Sarney escondendo a cassação do Fernando Collor ?



O brasileiro, de modo geral, deve ter ficado surpreso com a declaração do ex-presidente José Sarney, atual presidente do Senado, feita diante de um grupo de visitantes que percorria o salão-túnel do Senado, onde se encontra exposição dos fatos históricos mais importantes do Brasil e foi notada ausência dos fatos relativos à cassação do ex-presidente Fernando Collor de Mello.

Como foi amplamente divulgado pela imprensa brasileira, e não poderia ser diferente, o ex-presidente Sarney declarou que aquele fato não se mostrava importante para a história do Senado e que, inclusive, nunca deveria ter acontecido. Por isso, não foi colocado na exposição.

Declaração importante, pela visão do senador, é que tal fato foi o que levou milhões de brasileiros às ruas, no surgimento dos estudantes "caras pintadas", que se tornaram um marco nos protestos e que levaram para fora do Palácio do Planalto o ex-presidente Collor. Por essa ótica, será que Sarney considerou como importante o movimento das "Diretas Já", liderado pelo saudoso Ulisses Guimarães?

A declaração sofreu muitos rebates e o Senado terminou pressionado, fazendo com que Sarney engolisse a seco e determinasse a colocação de fotos daquele momento na história do País, quando o povo, através de passeatas e outras manifestações, fez-se ouvir.




Fontes: Jornal Agora e SBT

0 comentários: