Movimento Pró-Democracia

Nossas lutas: * Conscientização Política da População * Instrução dos Direitos e Deveres do Cidadão * Fiscalização dos Processos Eleitorais

27 de nov de 2010

AI pede ao Governo do Brasil que atue dentro da lei contra traficantes

Anistia Internacional (AI) pediu ao Governo do Brasil que atue dentro da lei em sua resposta à onda de violência promovida pelas quadrilhas de traficantes durante a última semana no Rio de Janeiro.

Patrick Wilcken, pesquisador da Anistia Internacional especializado no Brasil, declarou em manifesto neste sábado que a situação é inaceitável no Rio por que a resposta da Policia ao terror imposto por traficantes coloca em risco as comunidades.

Pelos números da Policia Militar desde segunda feira 35 pessoas morreram, incluindo civis inocentes. Wilcken destacou que "as autoridades devem garantir em primeiro lugar a segurança e o bem-estar geral da população em qualquer operação em áreas residenciais". Na opinião do pesquisador da AI, esta onda de violência "é sintoma de erros profundos no sistema de justiça" e deveria representar "uma sinal de alerta para as próximas administrações federais e estaduais".

É preciso que se diga que nenhum de nós estamos assistindo com satisfação a esta guerra, que não começou esta semana, ela apenas tomou repercussão e volume de mídia. Os moradores destas regiões e muitas outras do Rio estão expostos a esta violência há muito tempo, estes convivem diariamente com traficantes nas portas de suas casas armados com fuzis, pistolas, granadas e etc, precisam pedir licença a criminosos para entrar em suas próprias casas. Muitas casas de pessoas de bem são usadas por traficantes como depósitos de drogas e armas, centenas de famílias são todos os dias expulsas de suas casas seus bairros e até da cidade pelo trafico, pais perdem seus filhos para o trafico das mais diversas e cruéis maneiras. A lei da mordaça é imposta aos moradores destas comunidades, em algumas delas é proibido o uso de telefone e internet. Meninas de apenas 10 anos de idade e até menos são tomadas por estes bandidos (doentes) como suas mulheres sem que suas famílias e mesmo as autoridades possam fazer nada contra. Garotos são obrigados a carregarem drogas e armas para fora das comunidades em suas mochilas do colégio se, se recusarem a lei do trafico é a morte. 

Então, vai um recado ao senhor Patrick Wilcken, que se diz especialista em Brasil e a própria Anistia Internacional (AI), muito obrigado por sua atenção e por suas preocupações, mais o Brasil de verdade  é bem diferente o buraco é mais em baixo, o que acontece no dia a dia dessa gente é mais do que a vã teoria de suas especialidades. Se não houver o confronto direto como estes que estamos assistindo tristemente, ai sim essas comunidades permaneceram expostas a violência sem nenhum bem estar, deixem que nós sabemos e conhecemos a realidade do que acontece aqui e o que de fato é expor o cidadão a violência.

Concordo que o que estar acontecendo deva servi de alerta para as autoridades eleitas em todas as esferas, ou combatemos a violência que se expos a população durante todos estes anos, de verdade ou em breve estes bandidos estarão sentados em suas cadeiras comendo suas filhas.


Por Marcos Cristiano Neves - 27/11/10

0 comentários: