Movimento Pró-Democracia

Nossas lutas: * Conscientização Política da População * Instrução dos Direitos e Deveres do Cidadão * Fiscalização dos Processos Eleitorais

27 de dez de 2010

Brasília - Estudantes protestam contra aumento de quase 62% no salário de parlamentares

Manifestantes chegaram a subir a rampa do Palácio do Planalto, mas foram contidos





Cerca de 100 estudantes protestaram na rampa do Congresso Nacional nesta segunda-feira (27) contra o aumento salarial dos parlamentares, ministros e presidente da República. Empunhando bandeiras e gritando palavras de ordem, os manifestantes exigem a revogação do decreto legislativo que concedeu reajustes de até 149% nos vencimentos e aumento do salário mínimo, que será de R$ 540 em 2011.

Ainda que legalmente não tenha poder para interferir na decisão dos parlamentares, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva também foi alvo dos estudantes. Antes de irem ao Congresso, eles protestaram na rampa do Palácio do Planalto, onde chegaram a entrar em conflito com policias militares que foram chamados para contê-los.

Após os protestos, os estudantes caminharam em direção à rodoviária de Brasília, no lado oposto ao do Congresso. Na altura da Catedral, eles entraram mais uma vez em conflito com os policiais, que tentavam conter os manifestantes em apenas uma das seis faixas de rolagem da pista.

Votação urgente



Em 8 de dezembro, os deputados e senadores aprovaram, em menos de vinte minutos, a equiparação salarial para parlamentares, ministros, presidente e vice-presidente. Todos passarão a ganhar R$ 26.700 a partir de fevereiro de 2011.

O novo salário aprovado é o mesmo pago atualmente para ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). A justificativa para o decreto afirma que a proposta é alcançar "autonomia" entre os poderes.

Atualmente, o salário dos parlamentares é de R$ 16.500. Os ministros recebem R$ 10.700 e o presidente da República, R$ 11.400. Na prática, o reajuste para os parlamentares será de 61,8%. Para presidente, de 133,9%, e para ministros vai superar 149%.

Fonte : R7

0 comentários: