Movimento Pró-Democracia

Nossas lutas: * Conscientização Política da População * Instrução dos Direitos e Deveres do Cidadão * Fiscalização dos Processos Eleitorais

12 de mar de 2010

Protesto pela aprovação da emenda, causa paralização na BR-101, em Campos

Continua a luta pelos royalties do petróleo. A prefeita de Campos e, presidente da OMPETRO (Organização dos Municípios produtores de Petróleo) Rosinha Garotinho já chegou a BR-101, após vir de Brasília, e começou seu discurso junto aos manifestantes. A prefeita fez questão de ressaltar que tem consciência de que a emenda também será aprovada no Senado, e que mesmo com a confirmação do Presidente Lula de que vai vetar a emenda, a solução está no Supremo Tribunal Federal (STF), através da ação do Deputado Federal Geraldo Pudim.

"Se a Constituição for rasgada, nós vamos pregar o movimento separatista do estado do Rio. Sem o Pré-Sal, o estado, se fosse um país, seria o sexto maior produtor de petróleo, e com o Pré-Sal, o terceiro", ressaltou a Prefeita de Campos, que solicitou à prefeitura a montagem de tendas para os manifestantes, devido ao forte calor, além da instalação de banheiros químicos no local.

A primeira dama de Quissamã, Alexandra Gomes, representando o prefeito Armando Carneiro, também está no local, e revelou que enquanto o ônibus do município se dirigia para a BR-101, ela fez uma parada nas instalações da Petrobrás, em Macaé, avisando que caso a emenda seja aprovada no Senado, a produção de petróleo será paralisada.

A assessoria de comunicação da Autopísta Fluminense informou que funcionários da concessionária estão informando aos usuários a interdição da pista nas praças de pedágio e por meio de dois Painéis de Mensagens Variáveis (PMVs) instalados na praça de pedágio 02, em Serrinha e no Trevo do Índio, próximos à região. Ainda de acordo com a assessoria, o congestionamento que reduziu à 7 quilômetros, voltou a crescer e já atinge 11 quilômetros de retenção.

Início do manifesto

O manifesto começou na manhã desta quinta-feira (11/03), por volta das 7h, quando a BR-101 foi fechada na altura do km 76, no viaduto da Estrada dos Ceramistas. Durante toda a manhã foi registrado cerca de 40 Km de engarrafamento, chegando próximo ao trevo do município de Quissamã. O protesto está ocorrendo por conta da aprovação na Câmara dos deputados, da emenda Ibsen Pinheiro, na noite desta quarta-feira (10/03).

A manifestação, que conta com autoridades dos municípios de Macaé e Quissamã, foi articulada pelo presidente da Firjan de Macaé. Para manter a BR-101 fechada, os manifestantes continuam colocando fogo em diversos pneus.

Além de autoridades da região, a manifestação conta também com o apoio de veículos pesados como caminhões, ônibus e até tratores, além de centenas de pessoas da sociedade civil. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) permanece no local, mesmo após ter tentado afastar da pista os manifestantes, para que a manifestação terminasse.

Segundo assessoria da Autopista Fluminense, alguns motoristas retornaram e desistiram de continuar na manifestação, diminuindo o congestionamento para 7 Km no início da tarde.

Os manifestantes que continuam no local afirmam que só sairão da BR-101 quando a imprensa nacional der cobertura ao movimento, que está tomando proporções a cada momento mais fortes. Por enquanto, a pista não tem previsão de ser reaberta.

Fonte: http://www.ururau.com.br/manchetepg.php?noticia=1247&IDe6d8545daa42d5ced125a4bf747b3688

Jornal Ururaú - Campos dos Goytacazes

0 comentários: