Movimento Pró-Democracia

Nossas lutas: * Conscientização Política da População * Instrução dos Direitos e Deveres do Cidadão * Fiscalização dos Processos Eleitorais

10 de mar de 2011

A Incôlmoda questão dos partidos no Brasil - Parte II

Reinicio conciderando que os partidos devam ser organizações que seguem uma espécie de ciclo evolutivo: nascem, crescem, amadurecem, custumam envelhecer e eventualmente morrem. Sua continuidade esta ligada a capacidade de adaptação a circustâncias sempre mutáveis, como se observa nos países em que os sistemas partidarios demostram grande estabilidade. Nos Estados Unidos, por exemplo, os dos partidos que dominam a cena politica evoluíram, ao longo de 200 anos, no copasso das profundas transformações que ali tiveram lugar. Sua feição de partidos catch all, ideologicamente frouxos, que buscam votos em todos os segmentos, lhes deu a flexibilidade suficiente para se amoldarem a cda nova realidade. Em contrante, o sistema  partidário estabelecido na italia após a Segunda Guerra Mundial - tão influente na vida do país que originou a expressão "partidocracia" - envelheceu e desintegrou-se espetacularmente no fim do seculo XX. Na França pais que teve assim como o Brasil  varias mudanças de regime, tem havido rearranjos nos principais campos partidários, principalmente no campo concervador, liderando pelos gallistas. Estes, há pouco promoveram mais uma reestruturaçãol com mudança de siglas. 

Destaco este exemplos epenas com o intuito de registrar que a analise comparativa de sistemas partidários, revela uma variedade de padrões  no que dis respeito à consistência dos partidos, bem como bem como a estabilidade dos sistemas partidários. Para tanto, interferem fatores institucionais (em particular as regras eleitorais adotadas em cada país) e fatores societários (a estrutura social e sua evolução, o processo econômico, a cultura, clivagens etnicas ou regionais etc.). Neste sentido, os problemas diagnosticados no contexto brasileiro se tornam mais compreensíveis e talvez menos sombrios a luz do que ocorre nos demais países.

Para substânciar o debate sobre partidos no âmbito da reforma politica, irei a examinar nos artigos seguintes brevemente, a trajétória dos sistemas partidários no brasil, monstrando que sua história de instabilidade envolve igualmente um forte elo de continuidade. Em seguida, focalizarei as caracteristicas do arranjo institucional vigente em seus efeitos sobre os partidos. Por fim, tratarei dos intens relativos aos partidos que devem merecer atenção na agenda da reforma política, destacando as propostas de mudança mais convenientes (para sociedade Brasileira e para os politicos brasileiros).

Espero contar com a participação dos leitores deste debate fundamental para a democracia brasileira

0 comentários: